quinta-feira

Download Bette Davis - Três Ainda é Bom - 1932




Título original: Three on a Match
Ano: 1932
Gênero: Drama
Duração: 63 min
Diretor(a): Mervyn LeRoy
Elenco: Joan Blondell , Ann Dvorak, Bette Davis

Sinopse:
Três amigas de infância tomam caminhos diferentes na vida. Vivian se casa com um advogado rico e tem um filho. Maria leva uma vida de vícios e agora é atriz. Ruth é secretária. As três se encontram. Numa reviravolta, Vivian vai viajar com a amiga e acaba conhecendo um outro homem, troca o marido por uma vida lasciva, ao passo que Maria conquista o amor do ex-marido de Vivian e cuida de seu filho.

Curiosidades:
- O título se refere a uma superstição de que se três pessoas acenderem o cigarro com o mesmo fósforo, um dos três morreria em breve
- Mervyn LeRoy não gostou da atuação de Bette Davis neste filme. Ela, por sua vez, detestava sua direção e reclamava que seu talento estava sendo desperdiçado papéis secundários.

Frase:
“Deve ser uma sensação ótima ter tudo o que quiser”.

Download Legendado:


E nos bastidores...

5 comentários:

  1. Gostei muito, sobretudo a atuação de Ann Dvorak, que eu não conhecia muito bem. Me deu vontade d ver tudo com ela.
    Um triste final , uma história super boa.
    ví por duas vezes e indiquei para outros.

    ResponderExcluir
  2. Gostei do filme, só achei uma pena a Bette aparecer tão pouco.

    ResponderExcluir
  3. O filme é legalzinho.... Na minha opinião, nada mais que isso.

    o grande destaque acabou sendo o garotinho (tinha como não abrir um sorriso a cada aparição dele? rs) e para a ótima sequência final.

    Bjs
    Marcelo

    ResponderExcluir
  4. O que me impressiona nesse filme é como a falta de censura pode ocasionar cenas tão impactantes.

    Cito aqui a Sama, da comunidade Bette Davis no orkut, quando ela diz:

    "Três é demais é sensacional , heim?

    mesmo Davis não tendo muitas falas, a história em si eu achei fantástica. Filme sem ser da fase censura era outra coisa heim????

    crianças fumando
    calcinha infantil aparecendo sem menor pudor
    total falta de escrúpulo por parte dos adultos."

    ResponderExcluir
  5. Ah... A introdução, com os personagens ainda crianças também me chamou a atenção. Tanto pelas situações que a Paty já citou, como pela ousadia nos diálogos.

    ResponderExcluir